WeCreativez WhatsApp Support
Fale com nosso atendimento via WhatsApp
Opa, como posso ajudar? 😉

A desigualdade de gênero sempre existiu em nosso país, só que esse assunto não era levado a sério como nos dias de hoje. 

Perante os olhos da sociedade a mulher não precisava ter os mesmo direitos que os homens, e muito menos abrir seu próprio negócio, o que é uma grande injustiça. Já que estudos comprovam que as mulheres empreendedoras possuem um nível de escolaridade de 16% mais alto comparado aos homens e isso mostra o quanto as mulheres vêm se tornando a principal fonte de renda de seus lares. 

A nossa treinadora comportamental Priscila Guskuma comenta sobre a experiência no seu antigo trabalho onde precisou liderar uma equipe masculina e aponta: “Tive medo, por isso, minha primeira ação foi liderar pela força e imposição de regras. Queria me mostrar forte a todo momento e isso não era bom para ninguém. Achava que eles queriam me boicotar, não acreditavam na minha capacidade e não me aceitavam”.

Ela também conta que o que parecia ser impossível se tornou uma das experiências mais marcantes na vida dela: “Foi uma grande escola. Aprendi a desenvolver habilidades que não imaginava, a buscar soluções rápidas para os problemas e a confiar mais em mim. Me tornei uma empreendedora e percebi que era hora de começar uma carreira autônoma”.

Cada vez mais as mulheres vêm tomando coragem para empreender e isso tem mudado o cenário da desigualdade que ainda existe, não é uma luta fácil e a Priscila afirma: “Não importa quais são seus desafios, saiba que eles irão te fortalecer e te levar a níveis mais altos. Se nós, mulheres, acreditarmos em nós mesmas, as pessoas não terão outra alternativa a não ser acreditar também”

Confira a matéria na íntegra

Comentários

Artigos Relacionados